V!be
  • Youtube
  • Facebook
  • Instagram
Novidade

A música melhora o rendimento dos atletas?

A resposta é: com certeza! Segundo estudos neurológicos, a música influencia positivamente no rendimento de qualquer atleta.

Você já deve ter reparado que os atletas de alto desempenho sempre estão com fones de ouvido antes de entrar em campo, no ringue ou na pista, não é verdade? E saiba que isso não é mera coincidência…

Você já deve ter reparado que os atletas de alto desempenho sempre estão com fones de ouvido antes de entrar em campo, no ringue ou na pista, não é verdade? E saiba que isso não é mera coincidência…

As vantagens de ouvir música durante a prática de exercícios

A primeira vantagem de se ouvir música durante a prática de exercícios é o poder que ela tem de mudar o estado da mente das sensações negativas para as positivas. O que ela faz, na realidade, é tirar o nosso foco da fadiga e da dor, diminuindo, assim, a percepção de esforço.

A música tem o poder de nos acalmar ou agitar dependendo do estilo. Grande parte dos estudos de Neurociência mostraram que ouvir música, especialmente se for a preferida do atleta, antes de uma prova melhora, de fato, o seu rendimento.

Atletas que ouvem música pop durante os treinos e aquecimento têm melhor rendimento físico, porque a música aumenta a força muscular em 30% da frequência cardíaca e tempo de corrida, comparados com os que treinam no silêncio.

Isso acontece porque a música melhora o raciocínio, a autoestima, a confiança, o humor, desvia a atenção do cansaço, fadiga muscular e cardiorrespiratória, libera morfina e dopamina que diminuem as dores e diminui a ansiedade.

Em outras palavras, ao escutar música, o atleta ativa uma região do cérebro chamada de núcleo accumbens, responsável por controlar a liberação de dopamina, neurotransmissor encarregado pelas sensações de bem-estar e prazer.

Consequentemente, nosso humor melhora e nos sentimos mais felizes – ao mesmo tempo em que aspectos negativos como tensão, depressão e raiva são atenuados. Tal efeito pode ser facilmente percebido por aqueles que praticam modalidades como corrida, ciclismo e natação – sejam atletas amadores ou profissionais.

Além disso, o ritmo de algumas músicas coincide com os movimentos repetitivos dos gestos esportivos de curta distância e ajuda a manter a coordenação motora. A coordenação motora mais refinada muitas vezes é a fração de segundo que faz a diferença entre uma medalha de ouro ou nada.

A música como técnica de prática mental

A capacidade que as músicas têm de alterar o nosso humor e influenciar nosso estado emocional também as tornam muito úteis, durante os treinos e antes de competições, como uma maneira de regular a ansiedade e nos acalmar. Por outro lado, se o objetivo é se sentir mais energizado e alerta, músicas mais animadas costumam a produzir esse efeito.

Uma vez que a música gera emoções, isso contribui para a técnica de prática mental. Nela os atletas imaginam-se, antes da competição, vencendo e fazendo movimentos corretos para melhorar a confiança o que melhora o rendimento.

Tipos de músicas que geram melhores resultados

Quase todos os estudos mostram que qualquer música é capaz de influenciar o rendimento de forma positiva, mas as músicas alegres com ritmo maior que 120 batidas por minuto têm melhores resultados.

Sincronizar o ritmo do que se ouve ao exercício é outra grande vantagem que pode ser extraída da música. Estudos apontam que a batida das melodias possui um efeito sobre os movimentos, ajudando a regulá-los e possibilitando que as atividades durem mais tempo, melhorando, assim, o desempenho.

Dessa forma, atletas que escutam canções de ritmo mais rápido tendem a aumentar a velocidade de suas ações – eis a razão das playlists de uma aula de spinning.

Além do mais, ouvir músicas com letras que descrevem o movimento físico em si, pode auxiliar o cérebro do esportista a desenvolver memória muscular, pois a mente faz associações mais eficazes quando temos algo reforçando o objetivo físico.

O caso de Haile Gebrselassie

Há um caso de uso de música que ficou bem famoso: Haile Gebrselassie, atleta da Etiópia que até hoje é considerado um dos melhores corredores de longa distância da história, sincronizou suas passadas com o ritmo da música “The Scatman” quando quebrou o recorde mundial dos 5 mil metros em 1995 com quase 11 segundos de vantagem sobre a marca anterior.

Não sabe qual música é essa? Então dê o play no vídeo abaixo. Temos certeza que você também entrará na mesma v!be de Haile Gebrselassie 🙂

Então qual a melhor trilha sonora um atleta deve ouvir?

É importante ressaltar que seja uma trilha sonora personalizada de acordo com os gostos musicais do atleta. As músicas preferidas do Phelps, por exemplo, são: Eminem, No Beef do Steve Aoki e Afrojack e o remix do Skrillex para “Promises” do Nero.

Já o homem mais rápido do mundo, Usain Bolt, prefere músicas mais calmas dos seus conterrâneos jamaicanos, como: Bob Marley (“Who The Cap Fit” e “Three Little Birds”) e Junior Reid “(“One Blood”). Mas, seu treinador o proíbe de escutar músicas antes de correr com medo dele perder a concentração (você acredita?!).

A ginasta estadunidense, Simone Biles, é mais moderninha e ouve Ariana Grande, Selena Gomez, Justin Bieber, Zayn e Alessia Cara.

A música como estratégia para elevar níveis de energia e entusiasmo

Além ser capaz de influenciar o desempenho dos atletas, música também é algo recorrente e importante nos próprios eventos esportivos, sendo uma das responsáveis por manter o nível de entusiasmo dos torcedores durante os intervalos.

As cerimônias de abertura e encerramento das Olimpíadas, por exemplo, são tradicionalmente recheadas de apresentações de artistas nacionais, enquanto cada Copa do Mundo chega até a ter sua própria música oficial, como “Waka Waka (This Time for Africa)” de Shakira e “Alma e Coração”, interpretada por Thiaguinho e Projota.

Já o Super Bowl – final da NFL, principal liga de futebol americano dos Estados Unidos – tem, no seu show do intervalo, um evento à parte e tão esperado quanto a própria partida que decide o time campeão da temporada, tendo sempre grandes nomes da música fazendo performances incríveis em palcos montados no meio do campo.



MAIS

Novidade

O sucesso da V!BE ENERGY DRINK no APAS SHOW 2019

Continuar lendo
Novidade

Os melhores lugares para curtir música POP em São Paulo

Continuar lendo
Novidade

Os melhores lugares públicos para jogar uma pelada com os amigos em São Paulo

Continuar lendo